Vai deixar a baleia passar?

Autor: Cristina Schonwald de Oliveira

Gestora para Assuntos da Terceira Idade e escritora.

O dia estava nublado, o azul do céu estava completamente escondido por nuvens densas que corriam apressadas, empurradas pelo vento, no rumo de um destino desconhecido. O vento soprando forte tornava aquele mar de inverno mais revolto que o normal. As ondas batiam com força contra as pedras daquela grande formação rochosa na beira da praia. O impacto das águas formava espumas e respingos que eram levados, espalhando-se para cima e para os lados.

E, ali, no alto das rochas, sentindo o vento, os respingos da água do mar e o frio penetrando através das roupas, ele estava parado. Porém, seu olhar não estava contemplando o infinito e nem percebendo a beleza dos elementos que estavam ao seu redor. Com os pensamentos tumultuados, sua atenção e seu olhar estavam voltados para suas mãos, que seguravam um aparelho onde ele buscava insistentemente e constantemente sinal de internet, para se atualizar e se conectar dentro das mídias sociais.

No instante em que ele estava focado, olhando seu celular, a natureza trouxe um presente que seria usufruído de forma privilegiada por quem estivesse naquele momento, naquele lugar. De dentro do mar, uma lendária baleia apareceu emergindo e espirrando água como se fosse um chafariz, como se estivesse saudando a vida, em um agradecimento especial à mãe natureza. Ela surgiu, pulou, brincou e passou sem ter sido vista e apreciada como o ser magnifico e raro que ela é. A baleia passou e seguiu seu caminho deixando o seu canto que mais pareceu um lamento por não ter sido notada.

Assim como a baleia se foi, aquele momento também passou e ficou perdido. Do mesmo modo, perdemos de vivenciar grandes experiências, perdendo a chance de viver fatos que são inesquecíveis e marcantes. Igualmente, deixamos a vida passar por não levantarmos nosso olhar e vermos os que nos cercam e o que está acontecendo a nossa volta.

Ficamos tão bitolados em um olhar linear, que esquecemos da profundidade do que está por trás de algo que nos parece muito simples. A vida está acontecendo enquanto a chuva cai, o vento sopra, o frio chega, o Sol aquece, a flor floresce e os pássaros cantam. A vida acontece nos relacionamentos pessoais, sociais e familiares, nas coisas que nos acontecem a cada novo dia. A vida acontece numa roda de conversas em que trocamos ideias, sonhos, saberes e contamos que um dia vimos uma baleia passar. Onde está o seu olhar? Para onde sua atenção está voltada? Vai deixar de ter boas histórias para contar?

4 comentários em “Vai deixar a baleia passar?”

  1. Verdade! Fico feliz por ter tanto a observar aqui e o celular fica no bolso sim, mas para o registro das belezas da natureza.
    Lindo texto!!!

    1. Olá, Henriette

      Feliz pelo seu comentário em nosso site! É inegável os muitos benefícios que este pequeno aparelho nos oferece, mas as belezas da natureza e seus presentes merecem ser desfrutados com olhos e presença primeiro e depois uma foto para eternizar, não é verdade?

      Grata por sua presença aqui e fique à vontade de tecer comentários quando sentir.

  2. Eliana Medeiros da Silva

    Amei o texto. Antes eu não era assim, acredito que a correria do dia a dia não me deixava perceber ou meu olhar passava batido. Agora aprecio e agradeço o privilégio de ver cada amanhecer, cada pôr do sol, o mar agitado, o rio em calmaria e, sim, fotografo e se a foto não sair legal paciência, o importante é que eu presenciei, gostaria de compartilhar o momento mas o celular não cooperou, fazer o quê? Vou seguir minha contemplação da natureza, linda e de graça. 🙏🙏

    1. Olá, Eliana.

      Que bonito testemunho e mais bacana ainda é você perceber a mudança ocorrendo. Realmente o despertar possibilita reconectar-nos com nossa origem, com nossa essência onde é natural estarmos presentes e apreciarmos o simples, mas que é absolutamente belo, harmonioso e nos transborda de pertencimento e paz. Muitas vezes a foto que tiramos não fica tão bonita porque nada se compara a beleza da natureza a olho nu, não é mesmo?

      Uma alegria ver seu comentário e sinta-se à vontade de comentar sempre que fizer sentido a você.

      Um fraterno abraço.

      Equipe Espaço Desenvolvimento do Ser

Deixe um comentário para Izabel Cristina Heberle Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×