Vida Azeda

Autora: Jacqueline Mendes S. Echevarria, terapeuta holística e escritora

Por vários motivos, tornamos a vida sem graça, sem brilho, perdendo o foco, deixando para depois as questões importantes, e, consequentemente, geramos a depressão, a ansiedade, o estresse e tantas outras incapacidades que irão sobrecarregar os campos físico e mental. Assim, o sistema fica colapsado, produzindo manifestações cada vez mais fortes até o desenvolvimento de complicações mais graves, como o câncer, o infarto, o AVC, o diabetes, as fobias, entre outras.

Na busca do tratamento mais adequado, a grande maioria das pessoas resolve os sintomas amenizando o sofrimento, mas não identifica as causas, os acontecimentos e os fatos que originaram esse quadro. Qualquer disfunção tem uma causa relevante que é escondida pelo inconsciente, o que impede a investigação e até a cura. Em muitos casos, esse mecanismo acontece como forma de preservação, mas jamais evita a geração de maiores problemas.

Quanto a “Vida Azeda”, uma expressão extraída de uma leitura sobre o assunto, refere-se à perda da doçura da vida no meio de um cenário dramático, onde o indivíduo não consegue reagir frente a tanto caos. Então, é muito importante o não julgamento, ter um olhar solidário sob as condições descontroladas e ajudar no resgate dos princípios e valores da vida.

Há muitas formas de auxiliar o próximo, mas saliento que o vazio vivido por ele é um sinal de que a mudança precisa ser radical e imediata, pois os riscos aumentam a cada instante e a recuperação fica bem mais difícil. Mas se faz necessário compreender que, apesar da dinâmica complexa e às vezes desafiadora, o alívio poderá vir de um abraço, um gesto acolhedor, uma palavra de conforto ou, simplesmente, uma atitude amorosa.

Não menospreze nada, não cruze os braços diante da angústia e do desespero alheio, seja humano e livre de preconceitos. Inclua na pauta a empatia e a compaixão, porque serão fundamentais, manifeste a generosidade, distribua sentimentos bons e tenha atitudes nobres e sinceras. Afinal, somos todos irmãos, agentes do amor, do respeito, da paz, da alegria, da capacidade de cuidar uns dos outros, ou seja, quando unimos a força interior existente em cada um de nós para transformar o mundo, elevamos a frequência vibratória e garantimos a mudança necessária rumo ao bem-estar de todos.

Então, seguindo o ditado popular “A união faz a força”, devemos assegurar que o dia de hoje seja um presente maravilhoso, bem como o amanhã seja um futuro próspero.

4 comentários em “Vida Azeda”

  1. Sônia Maria Pacheco Colares

    Gostei do texto, é leve e muito bem escrito. São frases e palavras simples, mas com grande conteúdo. É um assunto bem atual e moldado, para a fragilidade e a carência da humanidade nos dias atuais.
    Parabéns, à Psicóloga e Escritora.
    Assuntos assim são de grande valia.

    1. Olá, Sônia.

      Obrigada pelo seu comentário, infelizmente esse assunto está cada vez mais corriqueiro porém, quanto mais abordado mais pessoas podem ser ajudadas, certo?

      Que alegria que ressoou por aí.

      Um fraterno abraço.

      Equipe Espaço Multidimensional.

  2. A importância da “empatia é fundamental; se todos nós, soubéssemos o significado real deste gesto tão importante e praticássemos com mais amor, o nosso mundo seria , com certeza, mais “doce”.

    1. Olá, Rosane.

      Sim, quanto mais empatia tivermos uns com os outros mais amável o mundo pode ser.
      Que possamos ser cada vez mais doces, começando por nós e transbordando ao nosso redor.

      Um fraterno abraço.

      Equipe Espaço Desenvolvimento do Ser.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×